ASSEMBLEIA DEZEMBRO

Mario Frias ataca Wagner Moura por filme "Marighella": "Sujeito patético"

Por Redação em 03/11/2021 às 07:42:58

O Secretário Especial da Cultura do governo federal, Mario Frias, atacou o ator e diretor Wagner Moura por conta do filme "Marighella", cinebiografia do guerrilheiro comunista que Moura dirigiu. Em participação no programa Roda Viva, da TV Cultura, nesta segunda, 1º, Moura se recusou a comentar declaração do presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, que também atacou o filme ao afirmar que era racista, por "chamar cada homem preto honrado do Brasil de marginal ao escalar um ator preto para o papel de um psicopata comunista". O diretor disse que não iria falar sobre a declaração por não ter respeito nenhum por Camargo, Frias ou qualquer outra pessoa que faça parte do governo federal.

Pelas redes sociais, Frias garantiu que a falta de respeito também ocorre da parte dele. “Somos dois então. Não sinto nada além de desprezo por esse sujeito patético que bate palma pra bandido!”, escreveu Frias. Depois, o secretário publicou outros posts contra Moura, chamando-o de "Wagner Choura" e postando fotos dele com Lula e Dilma Rousseff. Outras pessoas próximas do governo responderam apoiando-o, como a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) e André Porciúncula, considerado o braço direito de Frias na Secretaria e que ocupa o cargo de secretário nacional de incentivo e fomento à cultura. O filme "Marighella" está previsto para estrear na próxima quinta, 4, mais de dois anos após ser exibido no Festival de Berlim, e tem Seu Jorge no papel principal.

Comunicar erro
ASSEMBLEIA DEZEMBRO

Comentários

abba