DEZEMBRO CAMARA PP

Messi supera Lewandowski, conquista Bola de Ouro pela sétima vez e iguala Pelé

Por Redação em 29/11/2021 às 19:40:04

Lionel Messi conseguiu um feito incrível na tarde desta segunda-feira, 29, ao desbancar Robert Lewandowski e ganhar a Bola de Ouro 2021, prêmio entregue pela revista “France Football” desde 1956. O astro foi eleito o melhor jogador do mundo em 2021 após levar a seleção argentina ao título da Copa América, em pleno Maracanã, no Rio de Janeiro, saindo de uma fila de 28 anos. Além disso, antes de trocar o Barcelona pelo Paris Saint-Germain, o meia-atacante também foi o principal jogador do Campeonato Espanhol 2020/21 e acabou sendo importantíssimo na conquista da Copa do Rei.

Agora, o craque “hermano” fatura seu sétimo troféu da Bola de Ouro – anteriormente, Messi já havia vencido em 2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019. Ele, assim, iguala o Rei Pelé em números de taças da prestigiada premiação – o brasileiro, vale lembrar, não ganhou no período em que desfilava nos gramados, já que a France Football tinha como regra premiar apenas europeus que atuavam na Europa, ou seja, o ídolo do Santos nunca pôde concorrer. Após a mudança no regulamento, a revista revisou toda a lista usando as regras atuais e decidiu conceder ao Rei uma justa correção histórica. Nela, o brasileiro teria faturado o troféu em 1958, 1959, 1960, 1961, 1963, 1965 e 1970, superando os então ganhadores Kopa, Di Stéfano, Luís Suárez, Omar Sívori, Lev Iashin, Eusébio e Gerd Müller, respectivamente.

Na cerimônia realizada no Théâtre du Chatelet, no teatro de Paris, a “France Football” anunciou o grande vencedor da Bola de Ouro 2021. Inicialmente, o veículo de comunicação francês selecionou os dez finalistas, deixando Neymar, o único brasileiro na lista dos 30 indicados, na 16ª posição. Com a apresentação do ex-jogador Didier Drogba e contando com a participação de Fernando Alonso e Esteban Ocon, pilotos de Fórmula 1, Lionel Messi foi anunciado o grande vencedor do masculino, em eleição que contou com votos de 180 jornalistas espalhados pelo mundo. Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, ficou na segunda posição, enquanto Jorginho, do Chelsea, terminou no terceiro lugar. Karim Benzema (4º), N"Golo Kanté (5º), Cristiano Ronaldo (6º), Mohamed Salah (7º), Kevin De Bruyne (8º), Kylian Mbappé (9º) e Gianluigi Donnarumma completam o top 10.

Na cerimônia, a “France Football” também prestigiou as mulheres pela terceira vez. Se Ada Hegerberg (2018) e Megan Rapinou (2019) venceram nas duas primeiras edições, Alexia Putellas, do Barcelona, foi a melhor deste ano. Campeã da Champions League Feminina, do Espanhol e da Copa da Rainha, ela levou a taça com sobras. A revista também premiou outros atletas, como o meio-campista Pedri, do Barça, como o principal jogador sub-21. Lewandowski, por sua vez, foi eleito o artilheiro do ano. Já o italiano Gianluigi Donnarumma, do PSG, ficou com o Troféu Yashin, de melhor goleiro. Por fim, o Chelsea ganhou como “Time do Ano”.

Lionel Messi ao lado de sua mulher e filhos na cerimônia do Bola de Ouro

Lionel Messi ao lado de sua mulher e filhos na cerimônia do Bola de Ouro

Comunicar erro
DEZEMBRO PP 2
CMPP DEZEMBRO

Comentários

abba